Terça-feira, 28 de Julho de 2009
Não há fome que não dê em fartura *

Segundo A Bola Keirrison está a um passo do Benfica. Segundo julgo saber o dito jogador é avançado. Pelo que sei no agora abençoado 4x4x2 em quadrilátero equilátero, ou seja, em polígono formado por quatro lados de igual comprimento do nosso Deus Jesus jogam dois avançados. Segundo o próprio sitio do Benfica são já oito, sim oito, os avançados do plantel: Óscar Cardozo, Mantorras (não sei bem se este conta...), Urreta, Fábio Coentrão, Weldon, Nuno Gomes, Saviola e Nélson Oliveira. Arrisco-me a diz que Di Maria pode também fazer a posição. Tudo somado são 9 jogadores para duas posições, isto é razoável?!

Há ainda Freddy Adu, Marcel e Makukula. Segundo sei são ainda avançados, e são também ainda jogadores do Benfica. Mais três, dá 12.

Pergunto-me se o Benfica realmente precisa de mais um avançado nas suas fileiras. Se assim for farão parte dos quadros do clube 13, sim 13, avançados! Não sou supersticioso, mas este número não augura nada de bom a esta gestão futebolística...

 

Actualizado:

 

E está confirmado. Ai está ele, Keirrison emprestado pelo Barcelona ao Benfica por uma época e opção de uma segunda se for essa a vontade das partes. Que seja bem-vindo e que dê muitas alegrias ao nosso Benfica!

 

 



publicado por Pedro Pavia Saraiva às 13:24
link do post | comentar | ver comentários (8) | adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 9 de Julho de 2009
Contratar ou quase-contratar, eis a questão...

Eu sabia que hoje não me deitava sem falar de transferências no Sport Lisboa e Benfica, ou melhor, de “quase-transferências”. Designo de “quase-transferência” uma espécie de “quase-contrato” através do qual um jogador de futebol quase se torna jogador do Sport Lisboa e Benfica. É nesta galeria de “quase-jogadores do Sport Lisboa e Benfica” que se inscrevem nomes sonantes que vão de Robinho a Ronaldinho, mas também outros menos sonantes como Álvaro Pereira e Falcão.

Não sei se objectivamente Falcão ou Álvaro Pereira eram boas opções para o Benfica e se alguma vez deveriam deixar de ser quase-atletas do Glorioso para passarem a envergar as nossas cores. O que sei, o que resulta evidente à vista desarmada, é que no Benfica as palavras não se medem da mesma maneira que os silêncios não se gerem. 

No entanto, creio que Rui Costa, fazendo-se de estratego da negociação futeboleira (e que tem dado alguns frutos se bem que também tem gerado quase-futebolistas), afirmando palavras de sedução que tanto sensibilizam os meus colegas de bancada, mais não faz do que seguir a linha do presidente, isto é, atirar areia para os olhos dos benfiquistas. Já dizia o velho ditado: “enquanto o pau vai e vem folgam as costas”.

Ele bem pode dizer que só quer no Benfica quem tiver prazer, carinho, mística, fé ou mesmo outras qualidades. Facto: Rodriguez foi para o FC. Porto; Luís Garcia não veio; Álvaro Pereira não veio, Andújar não veio; Falcão parece que já não vem. A lista é quase interminável. Todos estavam referenciados, todos eram objectivos do Benfica; dois são atletas do FC Porto (pelo menos por agora são só dois).

Rui Costa pode dizer o que quiser. O que eu constato é uma incapacidade histórica de preservar o segredo que, como toda a gente sabe, é desde tempos imemoriais, "a alma do negócio”. Ora, espetando nos jornais aquilo que deveria ser sigiloso, o Benfica consegue não só desperdiçar todo um trabalho de prospecção (cujos custos não podem ser ignorados), mas também inflacionar o valor dos passes dos jogadores que quer comprar.

Até um quase-gestor percebe que isto é um contra-senso e que esta prática apenas gera as tais “quase-contratações” em que somos de facto pródigos.

 

PS: Ainda assim é possível enumerar vantagens de fazer “quase-contratações” de jogadores que depois assinam pelo F.C. Porto: 1) eles é que internalizam as ineficiências do nosso departamento de prospecção; 2) eles começam a negociar com base no que o Benfica conseguiu pelo que as suas contratações também resultam inflacionadas; 3) de alguma forma acabam por ser pressionados a adquirir jogadores que não precisam o que também gera ineficiências.


publicado por Miguel Pimentel às 01:51
link do post | comentar | ver comentários (10) | adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 8 de Julho de 2009
Saber sentir "à Benfica!"

Rui Costa conquistou-me com esta: "o Benfica só está interessado em contratar jogadores que, quando recebem a proposta, tenham o maior gosto e o maior prazer em representar o clube. Quando há dúvidas nisto, prefiro optar por um outro jogador.".

De facto o que se passou desta vez com Falcão foi exactamente o que se passou com Andújar.

Se demoram, se se fazem difíceis, se não sabem o que querem, dificilmente terão carácter para vestir a gloriosa camisola sentindo-a como queremos. Esta é uma excelente forma de diminuir a margem de erro na contratação de jogadores.

Muito bem, Rui!


Tags:

publicado por André Couto às 14:27
link do post | comentar | ver comentários (3) | adicionar aos favoritos

No terceiro anel
Pesquisa
 
Últ. comentários
Realmente não quis. Mea Culpa...
Não posso deixar de concordar contigo
Viva o Quim
Não quer dizer nada
Com o Paulo Bentoo os problemas foram sanados e a ...
Adoro este blog e já o leio à alguns dias a seguir...
O Roberto também foi dispensado pelo Quique...
Desculpem caros benfiquistas, encontrei este blog ...
Ta explicado! Não é preciso dizer mais nada ...
Benfica ... who else?
Mais comentados
Arquivos

Agosto 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Outras bancadas
Tags

todas as tags

Subscrever feeds