Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

E Pluribus Unum

E Pluribus Unum

07
Ago09

"O dinheiro não cai do céu"

Pedro Ribeiro e Castro

Nota prévia: o presente texto incide apenas sobre gestão, única e exclusivamente gestão desportiva.

 

Depois de algum tempo afastado destas lides, permitam-me regressar ao nosso blog para comentar algo proferido recentemente pelo Presidente do Benfica. Luís Filipe Vieira, quando confrontado com as dívidas do clube e com o dinheiro gasto com as contratações para a equipa de futebol, adiantou saber perfeitamente o que fazer e afirmou: "o dinheiro não cai do céu". Com o devido respeito, não consigo compreender esta frase. Não pelo que significa, mas pela realidade do nosso clube.

 

Já estamos habituados ao discurso populista de marketing quanto à marca Benfica, mas a verdade é que não temos receitas como o Real Madrid ou o Manchester United. Não conseguimos vender camisolas em número suficiente que paguem o preço dos activos adquiridos e não temos capacidade para cobrar 1 a 5 milhões de euros por um jogo em terras asiáticas ou americanas.

No que respeita aos patrocínios, o negócio com a Sagres, apesar de aparentemente significativo, ameaça consubstanciar-se ruinoso para os cofres do Benfica. É que além de hipotecar os próximos 12 anos (o que corresponde a 4 direcções), o dinheiro já terá sido depositado directamente no BES.

Também não temos capacidade para valorizar os nossos activos, raramente temos lucro com as dezenas de jogadores que passam pelos nossos plantéis e desprezamos aqueles com os quais despendemos muito dinheiro. Os casos de Makukula ou Balboa (dispensados quase sem jogar) são exemplo disso mesmo: cada um custou cerca de € 4,5M.

Por último, temos gasto uma média de € 30M por ano, nas últimas três temporadas. Como nunca antes visto, vários jogadores foram contratados acima dos € 5M. Na sua grande maioria, tratam-se de jogadores estrangeiros pouco conhecidos ou com pouca capacidade para vingar no futebol português. O mercado nacional é frequentemente esquecido.

Isto sem esquecer a série de multas atrás de multas que têm sido aplicadas ao nosso clube pela CMVM devido a incumprimentos sucessivos das disposições legais. Verdadeiramente lamentável.

 

Cedo aprendi que quem não tem dinheiro não tem vícios. Mas o que é certo é que temos tido comportamentos de clube rico. E com os números que são conhecidos, face ao aumento da despesa e com poucas fontes de receita, muitas são as dúvidas, legítimas, que se levantam...

Será mesmo caso para perguntar: se o dinheiro não vem do céu, será que que encontraram uma mina de ouro ou um poço de petróleo debaixo da Catedral?

04
Ago09

O maior do Mundo

Pedro Pavia Saraiva

A Futebol Finance apresentou hoje a lista dos dez clubes com mais sócios em todo o Mundo. Sem surpresas o nosso Benfica encabeça a Lista com 171.000 sócios.

 

1. SL Benfica Portugal 171.000            
2. FC Barcelona Espanha 163.000            
3. Manchester United Inglaterra 151.000            
4. Bayern Munique Alemanha 146.000            
5. FC Porto Portugal 115.000            
6. Internacional PA Brasil 100.000            
7. Sporting CP Portugal 96.000            
8. Real Madrid Espanha 92.000            
9. River Plate Argentina 82.000            
10. Schalke 04 Alemanha 72.000

03
Ago09

César Peixoto/Orlando Sá

Pedro Pavia Saraiva

Ao que parece a transferência de César Peixoto está "congelada". E ainda bem que está. O Benfica até pode precisar de um jogador para o lado esquerdo da defesa, mas o namorado de Diana Chaves não o é certamente. Tem 29 anos, nunca se conseguiu impor em nenhum dos clubes pelos quais passou.

No entanto o que me leva a escrever estas linhas é algo mais sério e grave. Escrevo sobre a competência, ou falta dela, do Sr. António Salvador. Sei da velha máxima "com o mal dos outros posso eu bem", ainda assim  escrevo por duas diferentes razões.

Em primeiro lugar porque me preocupo com o futebol português. Com este tipo de dirigentes, marionetas do dono do norte, não tarda que o clube acabe como o Boavista. E isso é mau, muito mau não só para o Braga mas para todo o futebol português.

Em segundo lugar porque me preocupo com os sócios do Braga. Simpatizo com o clube, não tenho nada contra o mesmo nem contra os seus adeptos. A cidade tem até, como é sabido, bastantes benfiquistas.

E falo do Sr. Salvador por causa de Peixoto mas também por causa de Orlando Sá. Segundo parece o negócio está congelado porque não foram aceites os 250 mil euros oferecidos pelo lateral/médio. Relembro para os menos informados que o jogador tem agora o último ano de contrato com o clube. Resultado: ou sai agora por 250 mil euros ou sai a custo zero. Não foi aceite a oferta este ano, sai no próximo a troco de 0. É isto boa gestão?

Agora o negócio do rapaz que na sua estreia pela selecção sub-21 fez um hat-trick contra nuestros hermanos. Tem 21 anos e é um dos avançados mais promissores do futebol português. Falo de Orlando Sá transferido para os senhores de azul e branco também neste defeso. Esse negócio envolveu quanto dinheiro? Alguém me pode explicar? Depois de uma pesquisa na internet não consegui ficar elucidado. Aí 250 mil euros também foram pouco?! Será que o negócio atingiu esse patamar monetário? Ah é verdade o clube é outro, a máfia é a mesma!

Haja paciência...

03
Ago09

A diferença do saber fazer (1)

André Couto

"Ainda não ganhámos nada, como é óbvio, mas conquistámos credibilidade, confiança, moral e a confiança dos adeptos para acreditarem na equipa - é muito melhor estarem ao lado da equipa do que o contrário."

 

Há muitos anos que designamos o Benfica campeão na pré-época, mas há muitos anos que o Benfica não é o campeão da pré-época, a diferença para este ano.

(1) Talvez devido ao aperto sentido no período eleitoral este ano tudo tem sido feito a seu tempo. Logo no primeiro treino já tínhamos vinculado ao Benfica a quase totalidade do onze que actualmente faz as nossas delícias, enquanto nos últimos anos di Maria, Maxi Pereira, Suazo entre outros chegaram em pleno mês de Setembro.

(2) O plantel parece finalmente equilibrado nas opções para cada lugar e os reforços chegaram consoante as necessidades de cada sector, enquanto o ano passado fomos buscar Aimar para avançado, Reyes para extremo esquerdo onde tínhamos di Maria (continuando sem extremo direito onde já antes não tínhamos ninguém), isto para além de vendermos Nélson ficando sem um único (!?) lateral de raíz no plantel.

Estes factores, entre outros, conduzem ao óbvio: bons jogos, bom clima e sucesso.

A fórmula está nos manuais de gestão de empresas e de gestão de recursos humanos. Não é preciso inventar nada, basta aplicar o que os teóricos já descobriram.

A meu ver ainda falta muita coisa, nomeadamente a comunicação interna e externa e a boa gestão dos recursos contratados. De qualquer forma já é um começo. Não estarei longe da verdade dizendo que este ano estamos condenados a não passar pelo suplício dos últimos.

É uma decorrência da atempada e melhor feitura das coisas.

 

03
Ago09

Mais do mesmo

Pedro Pavia Saraiva

Mais uma boa exibição, mais uma vitória e mais um torneio. E das participações em três torneios de pré-época (Guadiana, Amesterdão e Guimarães) vêm para a já tão preenchida sala de troféus do nosso clube mais três taças.

Estes jogos valem o que valem. O Benfica já é conhecido como o campeão das pré-épocas, mas este ano é diferente. Este ano o Benfica joga, mas joga bem! Ganha, e ganha bem! Este ano há uma táctica, há um onze base e há boas soluções no banco.

Enviou-me no fim do jogo, um grande amigo meu e companheiro de cativo, uma mensagem que dizia simplesmente "Estou com um feeling que é este ano". Eu também tenho esse feeling. Não como nos outros anos. Este ano é um sentimento que se baseia numa equipa forte e coesa, num treinador que confirmadamente sabe o que faz e uma equipa que tem prazer em jogar á bola.

Meus amigos, este é o ano do Benfica!

E Pluribus Unum, todos unidos pelo Benfica!

 

Pág. 4/4

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D