Quinta-feira, 2 de Julho de 2009
Relato do jogo e análise técnico-táctica

Vieira declara ter posto à disposição do treinador a equipa-maravilha. Treinador incompetente não ganha nada com a equipa-maravilha. Treinador, rua. Em equipa que não ganha, mexe-se. Treinador italiano contratado, sem equipa-maravilha. Treinador e jogadores que não uma maravilha ganham, os adeptos gritam ninguém pára o Benfica, mas o mérito é do ex-empresário que blindou o balneário (por detalhe, dragão de ouro, mas tal não terá passado de uma  conspiração do barão do norte,  que o ex-empresário nunca repudiou tendo em conta a elegância e souplesse que o caracterizam). Os adeptos agradecem à raposa italiana e clamam, quiçá exigem: agora que ganhámos queremos ver futebol. O treinador italiano manhoso diz que foi muito bom, mas está velho e quer regressar a casa e vai acabar a treinar na Alemanha e na Áustria, onde há muitos italianos emigrantes e portanto é como se estivesse em casa. O ex-empresário que blindou o balneário, coitado, é infamemente perseguido pelas autoridades judiciais e acaba numa travessia do deserto. O Orelhas nomeia o Koeman, esse discípulo da escola holandesa, génio do futebol de ataque. Quase que era um benfica europeu. Porcaria de carreira interna, mas sempre vamos à champions. E faz-se um centro de estágio moderno e a banca empresta porque confia e devemos crer todos num amanhã que cantará. Vem o engenheiro do penta, consta que benfiquista desde pequenino, e até se joga qualquer coisa de jeito, mas a equipa é fraquita. Dá-se-lhe uma outra oportunidade, que dura um jogo, e ala, que a turba está farta do engenheiro, que não sabe motivar a malta. Venham os sovacos suados, que o espanhol mete-os na ordem. O presidente organiza a coisa, credibilidade financeira, centro de estágio e tal, cada vez melhores jogadores são contratados, mas o raio do espanhol é casmurro e às primeiras derrotas vai-se embora. Vamos mas é pela prata a casa e pomos o Chalana, que inventou o Miguel a lateral internacional A. Claro que corre mal e o desgraçado do Fernando hoje já nem para adjunto serve. Vem o Rui, agora é que é, o tipo percebe de bola e de Itália, onde é tudo organizado a uma escala científica de nível estratosférico. Contratra o Aimar, o Suazo, o Reyes, descobre o Yebda, faz um centro de rendimento desportivo à imagem do AC Milan, mas se calhar não presta, que ele só vai buscar jogadores acabados e treinadores de que só as mulheres-sócias gostam. Entretanto o presidente cada vez arranja mais dinheiro e condições e infra-estruturas e mais sócios e as casas do Benfica e parcerias comerciais e credibilidade e antes a coisa estava abaixo de cão e foi ele que impediu que as portas fechassem e tal, e se a coisa não correu bem o que é preciso é meter um treinador que perceba o futebol português e que consiga falar a linguagem dos jogadores e que seja um génio da táctica tão bom como o tipo que é muito especial. Mas eis que o dragão de ouro se movimenta junto com a TVI e o grupo dos donos do Record, por coincidência na altura em que há um Canal Benfica e que o contrato com o Oliveirinha está quase a findar e ala, há que fazer uma manobra à barão do norte para provar que sou mais esperto que eles todos juntos e que os interesses superiores do Benfica prevalecerão. E candidata-se à condição que a família aprove e numa jogada de mestre põe o ex-empresário dragão de oiro em xeque-mate. Mas o Sebastião Moniz convoca uma conferência de imprensa e tudo treme! Tudo para dizer que não se candidata. Tudo isto era já muito mau, mau demais para ser verdade. Não se acredita como, o presidente em exercício contrata jogadores por montantes que nos deixam incrédulos, paga indemnizações milionárias para contratar o Mourinho da amadora, mas a coisa parece, apesar de tudo, ter o rumo possível. Eis senão quando um obscuro sócio correspondente, com modesto mas curioso curriculum na área do, adivinharam, audiovisual (ainda que regional), resolve tornar as eleições da próxima sexta, a coisa mais esdrúxula que alguma vez se viu, com base em citações feitas por solicitadores. Que, esses sim, param mesmo o Benfica. À mistura, ex-empresários e sebastiões do audio-visual à espreita, um presidente da mesa da AG que declara estar-se nas tintas para as modalidades e estar-se nas tintas para processos judiciais que atestam a sua total incompetência, um presidente que declara, num processo decisivo para o futuro da insituição, que vai assistir aos jogos quer os médicos queiram quer não, ele haja comprimidos.

 

No meio disto, pergunto onde estão os superiores interesses do Benfica, que toda esta gente invoca? E pergunto, que culpa tem o Rui disto tudo? E, mais importante, que culpa temos nós, que ainda nem a pré-época começou, ja estamos a levar com a lagartada?

Eu por mim, em nome dos superiores interesses do Benfica, punha o nosso presidente a ex-presidente, ele que gerisse os interesses financeiros e patrimoniais do clube e lhe dessem a eterna medalha de platina pelos incomensuráveis serviços prestasdos. Era merecido e perdoava-se-lhe a trafulhice da antecipação das eleições.

E pusessem o Rui como presidente. Pode ser que ele erre. Mas contrata bons jogadores. Nenhuma declaração do homem nos envergonha. Sempre teve as quotas em dia. E sente o clube como nós.

 

Por mim, nem eleições havia, era uma vergonha que se poupava.

Rui Costa a presidente, e por plesbicito.

Tenho dito.



publicado por Tiago Cid às 03:48
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

5 comentários:
De Rui Pedro Nascimento a 2 de Julho de 2009 às 09:56
Palpita-me que é o que vai acontecer quando esta trapalhada terminar. Até lá, ainda vamos ouvir argumentação jurídica, impugnações, ameaças e afins. No fim disto haverá novas eleições e o Rui Costa avança...



De André Couto a 2 de Julho de 2009 às 10:43
Excelente texto, Tiago!
Independentemente de não concordar com a conclusão é brutal o caminho e o relato que fazes até lá.
O problema é que depois de ler este fiel retrato da história recente e da realidade, não sei se rir se chorar...


De Pedro Pavia Saraiva a 2 de Julho de 2009 às 12:04
Muito bom o texto.
Tenho duvidas somente em relação á conclusão e discordo num outro ponto da história recente do nosso clube. Achas mesmo que a equipa do primeiro ano do Fernando Santos era fraquita? É que na minha opinião, excepção feita á ultima época, foi a melhor da era Vieira...


De Zona de Luz a 2 de Julho de 2009 às 16:51
Lúcidez...por fim !!


De Miguel Pimentel a 3 de Julho de 2009 às 00:24
Não me espanta porque conheço a qualidade da tua escrita. Se bem te conheço a conclusão é tão irónica como o resto do texto. Tiago Cid, o Saramago do E Pluribus Unum!


Comentar post

No terceiro anel
Pesquisa
 
Últ. comentários
Realmente não quis. Mea Culpa...
Não posso deixar de concordar contigo
Viva o Quim
Não quer dizer nada
Com o Paulo Bentoo os problemas foram sanados e a ...
Adoro este blog e já o leio à alguns dias a seguir...
O Roberto também foi dispensado pelo Quique...
Desculpem caros benfiquistas, encontrei este blog ...
Ta explicado! Não é preciso dizer mais nada ...
Benfica ... who else?
Mais comentados
Arquivos

Agosto 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Outras bancadas
Tags

todas as tags

Subscrever feeds