Sexta-feira, 24 de Julho de 2009
O choro dos mariquinhas (II)

Perante isto não me ocorre nada mais eloquente do que dizer que a choradeira, a pieguice, a mariquice, enfim o drama, o horror continuam por bandas de Alvalade...

Agora foi a emissão de um comunicado ridículo que me fez bisar, com tão poucas horas de diferença, sobre o mesmo tema. Ora vejamos:

Segundo o Sporting "branquearam-se situações graves como, por exemplo, a da posse de bilhetes por parte da claque 'No name boys' que é uma organização de adeptos não legalizada e o objectivo confessado pelos membros da referida claque às autoridades policiais de que se haviam deslocado à Academia apenas para 'acabar com o jogo'."

 

Pergunta-se:

1) Sendo uma claque não legalizada como é que podem asseverar que os adeptos que se identificaram como sendo dos No Name Boys são mesmo dos No Name Boys?

2) O que é que era suposto? Entrarem no recinto de alcochete sem pagar bilhete?

3) Não pode a frase "viemos para acabar com o jogo" ser interpretada de diversas maneiras alternativas, por exemplo, viemos para apoiar a nossa equipa e assim acabar com o jogo e ir para casa festejar a conquista do campeonato de juniores?

4) Ainda que assim não fosse que ilação pode o Direito Desportivo tirar das declarações de algumas pessoas expressando a vontade de acabar com um jogo de futebol?

5) Se os adeptos benfiquistas estavam a fazer desacatos o que é que o sporting fez para o impedir? Foi Incompetência, ou, afinal, o que queriam era mesmo acabar com o jogo para poderem chorar um bocadinho?

 

Por fim, peço-vos o favor de olharem 1 minuto para esta fotografia:

 

 

Agora:

1) Admitindo que os adeptos de verde são do sporting?

2) Admitindo que os polícias não são dos No Name Boys (até porque os No Name ao que parece tinham bilhetes e os polícias, acho, estavam ali em trabalho);

3) Admitindo que a presença de tantos individuos vestidos de amarelo canário é um incidente e não significa que o Paços de Ferreira tenha provocado a invasão;

 

Quantos adeptos do Benfica se contam na imagem?

Pois é... é fazer as contas... 

 

PS: Mais a sério, só posso aplaudir a decisão da Direcção do Sport Lisboa e Benfica de recorrer deste acórdão caso entenda que o mesmo aplica mal os regulamentos e demais legislação desportiva aplicável.



publicado por Miguel Pimentel às 01:12
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

6 comentários:
De Dragão Komodo a 24 de Julho de 2009 às 15:37
Em primeiro lugar, começo por uma breve apreciação do presente “blog”.
O Projecto de Blog que eu outrora julguei ser sério, é afinal um pasquim farsolas, com um texto bem ao estilo do mais deprimente jornalismo desportivo português.
O texto aqui publicado é tão intelectualmente desonesto quão deselegante que podia efectivamente estar subscrito pelo próprio Presidente do SLB. Isto, caso o senhor saiba escrever, situação que pessoalmente desconheço.
Enfim, a mística benfiquista está resumida a episódios criminosos, livros de prostitutas, milhões de euros a voar e títulos menores ganhos na secretaria. Não fico surpreendido, pois quem aceita e participa num processo democrático que termina com a eleição de um candidato da forma a que se assistiu, está habituado a isto e muito pior.
Presumo que o próximo texto que venha aqui a aparecer terá uma fotografia do assessor de imprensa do SLB, ao lado do troféu de juniores, acompanhado de uma prosa “pseudo-épica” para consolar a frustração do “glorioso”.
Mais um grande título que poderão juntar ao título do campeão do mês de Novembro de 2008, ao título do torneio do Guadiana, e ao título do Futsal!
… Glorioso não sei porquê…
… nem dignidade já se vê…


De Pedro Pavia Saraiva a 24 de Julho de 2009 às 23:05
"episódios criminosos, livros de prostitutas, milhões de euros a voar e títulos menores ganhos na secretaria".

Está a falar da, como diz o companheiro do terceiro anel Tiago Cid, agremiação galega que equipa de azul e branco (que não é o Deportivo)?

É que este tipo de situações parecem-me mais comuns no estádio do Dragão, Komodo...


De Miguel Pimentel a 24 de Julho de 2009 às 16:34
Caro Dragão do Komodo,

Respondo-lhe porque neste espaço qualquer pessoa que conserve um mínimo de educação no estilo e na linguagem merece uma resposta, ainda que a opinião ou contributo se resuma a ZERO como (vai desculpar a sinceridade) foi o caso do seu comentário.

Obviamente que, da minha parte, não haverá qualquer sequela enquanto o meu caro Dragão do Komodo não se identificar porque eu não converso nem discuto nada com quem prefere criticar sob o conforto do anonimato em lugar de dar a cara, assumindo a própria crítica. Desde já o informo que esta é uma regra de ouro deste blogue.

Cumprimentos

MCP


De Carlos a 24 de Julho de 2009 às 16:58
Sobre o "breve comentário" que nada de breve teve a não ser a dívida contraída ao conteúdo que mesmo um breve "textinho" deveria ter, apenas poderei dizer que a transcedência do ser perante a forma por vezes "deforma-o". Nada mais a acrescentar ao comentário ao réptil da Indonésia.

Sobre o que realmente interesa, quando e por várias razões seria sim o castigo ao Benfica a merecer a devida atenção por este sim questionável, eis que surge a "patologia" lagarta a interiorizar como sempre serem vitimas das pragas impostas ao Egipto.

A teoria da vitimização sportinguista passou do anedotário nacional para uma questão patológica. Não sendo as disfunções psiquiatricas "transmissíveis" é curioso assistir a este movimento tal e qual como uma seita.

Parabéns a este Blog, por felizmente permitirem que comentários draconianos surjam sem censura. Cá estaremos para os ouvir e dar a devida resposta.

Saudações Benfiquistas
Benfica Power
Carlos



De Miguel Pimentel a 24 de Julho de 2009 às 17:22
Caro Carlos,

Muito obrigado pelo seu comentário! Seja muito bem-vindo ao E Pluribus Unum!


De Dragão Komodo a 24 de Julho de 2009 às 19:26
Caro Carlos

Permita-me que faça o devido esclarecimento, já que o meu caro colega comentador, não prestou atenção cuidada, ao texto que escrevi.
Não pretendia o comentário ser breve, mas sim a apreciação do Blog. Apreciação essa que foi feita num parágrafo como terá V. Exa. oportunidade de confirmar.
No demais escrevi tudo quanto me aprouve escrever.
A minha intervenção deveu-se única e exclusivamente à provocação que me foi dirigida e que livremente aceitei, convidado que fui pelo autor a ler o texto que tem por título “o choro dos mariquinhas II”.

De resto, não tenho tanta certeza de que as “disfunções psiquiátricas”, neste caso de vitimização, não sejam transmissíveis!

Certo é que se os sintomas desta patologia que o meu caro colega “comentarista” tão bem identificou, evoluírem e os dirigentes leoninos prepararem um DVD para entregar ao Governo, ou emitirem o slogan: “Deixem jogar o Baldé!”, saberemos ao menos qual foi o foco disseminador.

Quero porém deixar claro, clubismos à parte, que não imputo qualquer responsabilidade à instituição SLB pelo sucedido em Alcochete, a não ser que se prove que os ingressos destinados aos apoiantes do SLB foram intencionalmente desviados para os agentes prevaricadores e que estes levavam o serviço encomendado. O que tanto quanto sei não está demonstrado.

Não obstante, insurjo-me contra o facto de o jogo não ter sido repetido ou acabado e revolto-me contra o facto de o titulo nacional de juniores ficar entregue, habilidosamente, pelo CJ ao SLB, privilegiando-se 60 minutos de violência sobre os restantes 70 de futebol.


Saudações Leoninas


Comentar post

No terceiro anel
Pesquisa
 
Últ. comentários
Realmente não quis. Mea Culpa...
Não posso deixar de concordar contigo
Viva o Quim
Não quer dizer nada
Com o Paulo Bentoo os problemas foram sanados e a ...
Adoro este blog e já o leio à alguns dias a seguir...
O Roberto também foi dispensado pelo Quique...
Desculpem caros benfiquistas, encontrei este blog ...
Ta explicado! Não é preciso dizer mais nada ...
Benfica ... who else?
Mais comentados
Arquivos

Agosto 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Outras bancadas
Tags

todas as tags

Subscrever feeds